• Autor Diogo Lopes
  • Ilustrador
  • Coleção Memórias
  • ISBN 9789898839046
  • PVP 15,49 € (IVA incluído)
  • preço livre
  • 1ª Edição Março de 2016
  • Edição atual
  • Páginas 208
  • Apresentação Capa Mole
  • Dimensões 150 x 230 x 15 mm
  • Idade

«A maturidade do Diogo é inexplicável e quase inquietante. O que sabe ele da vida para saber tanto sobre ela?» - Sérgio Godinho

O Diogo Lopes tem dezasseis anos e uma família que o adora. É pianista e poeta. Estuda Composição no Conservatório Nacional. E sofre da doença de Charcot-Marie-Tooth, uma enfermidade neuromuscular degenerativa, rara e incurável. 

A sua condição delicada provoca atrofia muscular, deformação óssea e perda de sensibilidade. Se no presente o seu equilíbrio já está afetado, no seu futuro está em causa a sua autonomia. 

Quem já o viu na televisão portuguesa sabe que o Diogo tudo fará para continuar a tocar piano, estudar música e sorrir. Este livro é o seu testemunho, sentido, poético e emocionante, sobre a possibilidade de se ser feliz apesar dos obstáculos que a vida, por vezes, nos impõe.

Diogo Lopes tem dezasseis anos mas fala com a segurança de quem é mais velho. Aos dez anos descobriu que sofria de Charcot-Marie-Tooth, uma doença neurodegenerativa, também conhecida como atrofia fibular muscular, que leva à perda de força e sensibilidade dos membros superiores e inferiores.

Publicou um livro de poesia, e com as receitas das vendas criou a Associação Portuguesa de Charcot-Marie-Tooth, cujos objetivos passam por alertar a consciência pública para esta doença rara e apoiar os portadores desta síndrome. 

Estuda composição na Escola de Música do Conservatório Nacional e toca na Orquestra Big Band Júnior do Hot Clube. O piano é, desde sempre, a sua grande paixão.